Professor e estudante e os encontros formativos:

como a formação do estudante é afetada a partir da formação biográfica do professor?

Autores

  • Maria Fernanda Feminlla Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Élica Luiza Paiva

DOI:

https://doi.org/10.46952/rebej.v10i26.377

Palavras-chave:

Afetividade. Formação. Narrativas biográficas. Mundo-de-vida.

Resumo

Buscamos entender como o mundo-de-vida (MOMBERGER, 2008) do educador imbrica na formação humana e profissional do educando, ao compreender a Universidade como um lugar de (des)encontros formativos. Para isso, realizamos um estudo com os estudantes pesquisadores de Iniciação Cientifica (IC), do grupo de estudos e pesquisas, Narrativas, Formação e Experiência (Naforme), do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo[1]da Universidade Estadual Sudoeste da Bahia (Uesb). Discutimos a relação da afetividade trabalhada por Cláudia Cristina Silva Medeiros (2016), além dos pressupostos teóricos de Christine Delory-Momberger (2008), Marie-Christine Josso (2010), entre outros autores. Compreendemos que a formação dos estudantes é afetada com e a partir da formação biográfica do professor, pois o ser profissional e pessoal estão (co)relacionadas.

Biografia do Autor

Élica Luiza Paiva

Professora doutora adjunta do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Referências

BACKES, Dirce Stein; COLOMÉ, Juliana Silveira; ERDMANN, Rolf Herdmann; LUNARDI, Valé-ria Lerch. Grupo focal como técnica de coleta e análise de dados em pesquisas qualitativas. O mundo da saúde, São Paulo: 2011. Disponível em: <http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/88/10_GrupoFocal.pdf>. Acesso em: 04 nov. 2020.

CARVALHO, Maria Inez da Silva de Souza. Por uma perspectiva deliberatória do currículo. In: FAEEBA, Revista da (comp.). Educação e educadores. 5. ed. Salvador: Faeeba, 1996, p. 3-224. Disponível em: <https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/issue/view/250/showToc>. Acesso em: 11 set. 2019.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Biografia e educação: figuras do indivíduo-projeto. Trad. Maria da Conceição Passeggi, João Gomes da Silva Neto, Luis Passeggi. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

DOMINICÉ, Pierre. L’histoire de vie comme processos de formation. Paris: L’Harmattan, 1990.

FERRAROTTI, Franco. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, António; FIN-GER, Matthias (orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

JOSSO, Marie-Christine. Da formação do sujeito... ao sujeito da formação. In: NÓVOA, An-tónio; FINGER, Matthias (orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

MENDEIROS, Cláudia Cristina Silva. Educação Estética do Afeto nos Memoriais no Projeto Irecê. Maceió: Cesmac, 2016.

NÓVOA, António; FINGER, Mathias (orgs.). O método (auto)biográfico e a formação. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

RAMOZZI-CHIAROTTINO, Zelia; FREIRE, José-Jozefran. O dualismo de Descartes como princípio de sua Filosofia Natural. Estudos Avançados, São Paulo, v. 27, n. 79, p. 157-170, 2013. FapUNIFESP (SciELO). Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/s0103-40142013000300012>. Acesso em: 04 nov. 2020.

Publicado

2020-11-24

Como Citar

Feminlla, M. F., & Paiva, Élica L. (2020). Professor e estudante e os encontros formativos:: como a formação do estudante é afetada a partir da formação biográfica do professor?. Revista Brasileira De Ensino De Jornalismo, 10(26), 16-27. https://doi.org/10.46952/rebej.v10i26.377

Edição

Seção

Artigos